ANTOINETTE O’CONNELL
ANTOINETTE O’CONNELL

Há mais de 20 anos, ela produz e trabalha com essências de cristais, plantas e terapias vibracionais. Na homeopatia, ela já atua há mais tempo. Em 1986, formou-se na Devon School of Homeopathy, na Inglaterra. Foi diretora e lecionou por vários anos na Irish School of Homeopathy, em Dublin, na Irlanda.

Em 1990, fundou a Irish Society of Homeopaths, a Sociedade Irlandesa de Homeopatas. Integrante do European Council of Homeopaths, o Conselho Europeu de Homeopatas, participou da elaboração das regras que regem a prática da homeopatia na Europa e nos Estados Unidos.

Como homeopata, dedicou-se também aos animais e trabalhou em clínicas veterinárias na Irlanda, Inglaterra, Canadá e Estados Unidos. Especializou-se no tratamento, recuperação, treinamento e reabilitação de cavalos e fez parte da Irish Horse Welfare Trus, uma organização irlandesa dedicada a cuidar de cavalos negligenciados ou que sofreram abuso.

Foi com esses animais que iniciou suas pesquisas com essências. Percebeu que elas possuem uma abordagem mais completa, de ação suave, mas muito efetiva. Ela compreendeu que, assim como as pessoas, cada animal tem uma personalidade e uma forma de reagir diante de doenças ou acidentes. Com as essências, ela encontrou meios para considerar essa unicidade nos tratamentos de saúde e bem-estar. Aos poucos, entendeu que era preciso tratar os donos dos animais também, já que eles os influenciam diretamente.

Em 2006, conheceu Ana Vidal, especialista em Healing, e, juntas, começaram o processo que culminou no desenvolvimento da terapia com os Dragons e nas essências Dragonlight. Antoniette é irlandesa, mora no Brasil desde 2007. Atualmente, faz atendimentos e ministra cursos no Brasil e no exterior.

ANA VIDAL
ANA VIDAL

Jornalista por formação, Ana descobriu cedo seu interesse por questões relativas a direitos humanos. E foi essa paixão que a fez mergulhar no universo das terapias alternativas e complementares: a busca por uma forma de ajudar efetiva e rapidamente pessoas em sofrimento.

Depois de vários anos trabalhando em veículos de televisão importantes no Brasil e no exterior, como Bandeirantes e BBC, ela passou a integrar o Refugee Arrival’s Project, uma organização voltada para receber refugiados em Londres, na Inglaterra. Ali, criou um setor para atender especificamente refugiados que foram vítimas de tortura.

A necessidade de algo para aliviar não só a dor física e psicológica, mas a dor da alma dessas pessoas fizeram-na ingressar no College of Psychic Studies, instituição criada na capital inglesa em 1884 e conhecida como uma das mais importantes do mundo no estudo de fenômenos psíquicos e mediúnicos.

Seus primeiros passos nesse universo foram as técnicas de Healing (cura com as mãos). Depois, dedicou-se ao estudo de florais e cristais vibracionais. A partir disso, foi criando um estilo pessoal de trabalho energético. Em 2002, Ana já se dedicava totalmente a essas terapias, inclusive ministrando cursos sobre o cuidado energético físico, mental e emocional.

Cerca de 4 anos mais tarde, ela conheceu Antoinett O’Connell e, ao lado dela, passou a estudar e pesquisar novas energias inteligentes, os Dragons. Juntas, elas desenvolveram as técnicas de terapia dragônica e as essências vibracionais Dragonlight. Hoje, Ana e Antoinette fazem atendimentos e ministram cursos sobre os Dragons no Brasil e no exterior.

Como jornalista, Ana conquistou dois prêmios Vladimir Herzog de Direitos Humanos. Ela nasceu em São Paulo, morou em Londres por 17 anos e, desde que voltou ao Brasil, em 2007, divide seu tempo entre o território brasileiro e o europeu.

×